Conheçam nosso novo site.

Conheçam nosso novo site.
O NOSSO BLOG AGORA VIROU UM PORTAL DE NOTICIAS. ----------------------Aqui ficaram arquivadas as matérias antigas do Blog, se você quiser acompanhar as novas matérias do novo portal “Plantão JTI” clique na imagem acima ou é só acessar o novo site através deste endereço www.plantaojti.com.br

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Policial Militar de Mato Grosso e seu irmão são presos em Jataí, tentando fraudar o concurso da polícia militar de Goiás




Neste domingo (27) foi realizado no estado de Goiás o concurso público para ingresso na carreira de policial militar do estado, a polícia civil de Jataí estranhou o fato de algumas pessoas de outras localidades como da capital do estado, virem prestar o concurso aqui em Jataí, já que o concurso era a nível estadual; ou seja, era mais fácil, as pessoas prestarem o concurso na capital, ao invés de se deslocar para Jataí. 

Diante disso o delegado Regional André Fernandes reuniu com os policiais civis do GENARC   e determinou que alguns policiais civis fossem participar do concurso que começou as 13 horas deste domingo (27/01/2013).


No decorrer da prova um dos candidatos, repetidas vezes estava indo ao banheiro e as ficais  da UEG estranharam este fato, até porque o suspeito não estava fazendo a prova, por quatro vezes ele foi ao banheiro, na quarta vez, quarenta minuto antes do final da aplicação da prova ele retorna do banheiro e começa a responder a prova. 

Faltando dez minutos para terminar o horário limite do concurso, as fiscais perceberam que um papel estava jogado em baixo da cadeira do suspeito, ao pegar o papel as fiscais identificaram que no papel estava as respostas das 50  questões.

Desta forma as fiscais juntamente com os policiais civis   que já estavam na UEG aprenderam a prova do candidato Cesar Augusto da Silva e também a cola encontrada em baixo de sua cadeira.

Após uma investigação mais apurada os policiais civis identificaram um irmão do acusado que também estava fazendo à prova do concurso, na mesma unidade da UEG em Jataí, diante dos fatos a prova do irmão do Cesar Augusto, que é o policial militar do estado do Mato Grosso Carlos Cesar da Silva , também foi apreendida. 

Ao  comparar a letra da prova do policial com a letra da cola encontrada embaixo da cadeira do seu irmão, os policiais civis constataram que se tratava da mesma letra.

Na delegacia o Policial Militar do estado do Mato Grosso o senhor Carlos Cesar da Silva confessou que tentou fraudar o concurso ajudando o seu irmão deixando a cola com as repostas da prova no banheiro; o policial alego que seu irmão estava passando por dificuldades financeiras no estado do Mato Grosso, e que esta foi uma forma dele tentar ajudar o seu irmão. 

Todas as informações nos foram repassada em entrevista pelo delegado Regional André Fernandes, o delegado ressaltou que concurso público é uma coisa muito séria, pois muitas pessoas passam dificuldades estudando para se preparar para o concurso e fazer a prova de forma correta; e é por isso que a policia civil agiu energicamente, e fez o flagrante contra os dois autores, eles foram autuados e presos por tentar fraudar o concurso, a pena máxima para este crime é de quatro anos e como um dos autores é funcionário público esta pena tem o acréscimo de um terço.

O senhor Christiano de Oliveira e Silva diretor da UEG de Jataí, esteve na delegacia acompanhando os depoimentos dos acusado e também das fiscais que detectaram a tentativa de fraude.  Em entrevista o diretor da UEG de Jataí informou que por se tratar de uma situação isolada, o concurso não será comprometido.



Por/Saulo Prado



0 comentários:

Postar um comentário

Buscado cada vez mais interatividade com os seus leitores; o “Plantão de Policia JTI” agora disponibiliza duas caixas de comentários, a caixa especifica do site, e também a caixa de comentário do Facebook.

“NÃO MAIS SERÃO ACEITOS OS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS OFENSIVOS A TERCEIROS NO PLANTÃO DE POLICIA JTI “

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers