Conheçam nosso novo site.

Conheçam nosso novo site.
O NOSSO BLOG AGORA VIROU UM PORTAL DE NOTICIAS. ----------------------Aqui ficaram arquivadas as matérias antigas do Blog, se você quiser acompanhar as novas matérias do novo portal “Plantão JTI” clique na imagem acima ou é só acessar o novo site através deste endereço www.plantaojti.com.br

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Caso de policia: Deputados goianos terminam o ano recebendo o décimo quinto salário


Quando li a matéria que os deputados de Goiás irão Receber décimo quinto salário, sentir vergonha de ser brasileiro, como pode uma classe que deveria dar exemplo para a sociedade; se rebaixar a tal ponto, em nome do vil metal (grana).
Será que a consciência destes nobres deputados não dói, ao saber que enquanto eles esbanjam do dinheiro público, crianças e adultos morrem em filas de hospitais por falta de infra-estrutura na saúde.
Será que eles não percebem que só este quinto salário que eles recebem daria para pagar um ano de salário de um professor se ele recebesse R$ 1.666,66. E o que me mais me dói; é saber que assistimos esta baderna de mãos cruzadas, aceitando que sejamos roubados legalmente.
É inaceitável em um país onde a desigualdade social ainda é enorme vermos políticos contribuindo para que esta desigualdade aumente ainda mais

Por /Saulo Prado

Leiam a matéria do O Popular:

Assembleia se prepara para pagar 15° salário aos deputados

Em reunião realizada na quinta-feira para acalmar os ânimos dos deputados estaduais, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Jardel Sebba (PSDB), deu uma boa notícia aos parlamentares: vai pagar o 15° salário nos próximos dias, no valor de R$ 20 mil.
O pagamento de 14° e 15° salários refere-se à chamada ajuda de custo (ou auxílio-paletó) e é feito no início das atividades legislativas, em fevereiro, e ao final, em dezembro. No início do ano, O POPULAR revelou os benefícios pagos aos deputados - além dos dois salários a mais, pagamentos por sessões e convocações extraordinárias -, que provocaram manifestações contrárias tanto do Tribunal de Contas do Estado (TCE) como da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO).
A Assembleia suspendeu o pagamento de sessões e convocações extraordinárias para aguardar ação que corre no Supremo Tribunal Federal (STF), movida pelo Conselho Federal da OAB. Os ministros do Supremo já manifestaram pela inconstitucionalidade da verba extra.
No entanto, na reunião de quinta, Jardel disse que vai seguir todos os pagamentos feitos pela Câmara dos Deputados, que atualmente distribui o auxílio-paletó duas vezes ao ano. Ocorre que, em todo o País, esse tipo de pagamento tem sido derrubado nos Estados por decisão da Justiça ou do próprio Legislativo.
Em novembro, a Justiça de São Paulo, em ação movida pelo Ministério Público daquele Estado, suspendeu o pagamento da ajuda de custo. "O argumento de que a verba deve ser paga porque a Câmara Federal paga é desprovido de razoabilidade, lógica e coerência", afirmou o juiz Luis Fernando Camargo de Barros Vidal, da 3ª Vara de Fazenda Pública, em sua decisão. A Assembleia recorreu.
No Pernambuco, a OAB move ação direta de inconstitucionalidade (Adin) contra o pagamento do auxílio-paletó aos deputados. A entidade juntou ao processo a decisão da Assembleia Legislativa do Paraná de pôr fim ao pagamento da ajuda de custo. A Folha de S.Paulo mostrou no início deste mês que pelo menos outros dez Estados pagam 14° e 15° aos deputados: Acre, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Tocantins, Rondônia, Minas Gerais e Bahia.
Escrito por Fabiana Pulcineli

0 comentários:

Postar um comentário

Buscado cada vez mais interatividade com os seus leitores; o “Plantão de Policia JTI” agora disponibiliza duas caixas de comentários, a caixa especifica do site, e também a caixa de comentário do Facebook.

“NÃO MAIS SERÃO ACEITOS OS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS OFENSIVOS A TERCEIROS NO PLANTÃO DE POLICIA JTI “

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers