Conheçam nosso novo site.

Conheçam nosso novo site.
O NOSSO BLOG AGORA VIROU UM PORTAL DE NOTICIAS. ----------------------Aqui ficaram arquivadas as matérias antigas do Blog, se você quiser acompanhar as novas matérias do novo portal “Plantão JTI” clique na imagem acima ou é só acessar o novo site através deste endereço www.plantaojti.com.br

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Homem asfixia ex-companheira de 19 anos e mãe de dois filhos

Foto parcial de Trindade
Utilizando-se de sacos plásticos, um rapaz de 23 anos confessou ter matado por asfixia a ex-companheira de 19 anos e mãe de dois filhos dele, no Setor Maísa 2, em Trindade. De acordo com a delegada Renata Vieira Freitas, responsável pelo caso,  Diego Paulina Silva confessou que teria marcado um encontro com a vítima, Estefania Camilo da Silva, em um matagal e cometeu o crime por volta das 19h30 de segunda-feira. Diego foi preso em flagrante depois de uma denúncia anônima e levou os policiais ao local do crime.

Conforme contou no depoimento à polícia, Diego rendeu a ex-companheira e, utilizando sacos plásticos para tapar o nariz e a boca, asfixiou a garota. “Ele disse que também usou luvas cirúrgicas para cometer o crime”, afirma a delegada Renata Freitas. Ao voltar para casa, também no Setor Maísa 2, o autor teria contado a outras pessoas sobre o crime, que acionaram a polícia.

Diego foi encontrado e preso pela polícia na mesma noite do crime. “Ele ficou muito assustado e chegou a negar, mas pouco tempo depois confessou e até informou o local onde deixou o corpo da moça”, relata a delegada.

Motivação
Até então, a polícia acredita que o crime tenha sido motivado por ciúme, mas o autor nega. Diego Paulina Silva morou com Estefania Camilo da Silva por cinco anos, e com ela teve dois filhos, de 3 e 1 ano de idade. No entanto, os dois haviam se separado recentemente, há quatro meses.

Na delegacia, Diego alegou que matou a ex-companheira para proteger a filha de 3 anos. De acordo com ele, Estefania estaria se relacionando com um usuário de drogas e levando a filha para locais onde era feito consumo de entorpecentes. Diego, que até então não apresentava antecedentes criminais, foi autuado em flagrante por homicídio qualificado, e pode vir a cumprir pena de 12 a 30 anos de reclusão. Nesta terça-feira ele foi transferido para o presídio de Trindade. 
  
Adriana Marinelli
Fonte/www.aredacao.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Buscado cada vez mais interatividade com os seus leitores; o “Plantão de Policia JTI” agora disponibiliza duas caixas de comentários, a caixa especifica do site, e também a caixa de comentário do Facebook.

“NÃO MAIS SERÃO ACEITOS OS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS OFENSIVOS A TERCEIROS NO PLANTÃO DE POLICIA JTI “

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers