Conheçam nosso novo site.

Conheçam nosso novo site.
O NOSSO BLOG AGORA VIROU UM PORTAL DE NOTICIAS. ----------------------Aqui ficaram arquivadas as matérias antigas do Blog, se você quiser acompanhar as novas matérias do novo portal “Plantão JTI” clique na imagem acima ou é só acessar o novo site através deste endereço www.plantaojti.com.br

sábado, 21 de abril de 2012

Entrevista com Delegado Regional da policia civil de Jataí André Fernandes, sobre o final das investigações do assassinato de Gedeane

Após ser preso em Rondonópolis Jean Gleider assume em seu depoimento em Jataí, ter matado a sua ex-esposa Gedeane e ter inventado o falso seqüestro.


  
O delegado Regional da Polícia Civil de Jataí, André Fernandes, concedeu uma entrevista coletiva na noite desta sexta-feira (20/09).
 Nesta entrevista que o site Plantão de Policia JTI pública em primeira mão, o delegado, fala sobre a  prisão de Jean Gleider, e sobre seu depoimento a polícia civil no qual o mesmo confessou o assassinato de Gedeane; leia na íntegra a entrevista com o delegado André Fernandes:

Entrevista coletiva:
Delegado Regional Andre Fernandes
Delegada Paula Meotti

Imprensa: Dr Andre Fernandes; a Polícia chega ao desfecho do caso de assassinato que chocou a população jataiense? 

 D “- Exatamente foi um caso ocorrido no dia 04 de abril por volta das 13h:00, após o Jean e a Gedeane almoçarem, eles saíram de um restaurante da cidade em direção a estrada de Serranópolis, em um Ford Focus, chegando próximo a uma fazenda antes da Ponte de Pedra, segundo ele, se desentendeu com ela, e houve uma briga com troca de agressões verbais no sentido de infidelidade, motivo pelo qual ele menciona que acabou perdendo a cabeça e pegando uma faca, que estava na porta ali na lateral do veiculo, e com a faca ele desferiu um golpe no pescoço de Gedeane e arrastou seu corpo para o interior da mata onde tentou ocultar o seu corpo com folhas.” 

Imprensa: Onde e como vocês capturaram o Jean Gleider?

D “ – O Jean foi capturado na cidade de Rondonópolis, tivemos uma informação a respeito de seu paradeiro, entramos em contato com a policia civil de lá, com o Dr Henrique que é o delegado lá de Mato Grosso, e ele com bastante eficiência diante das informações repassada conseguiu  por volta das 22h:00 de ontem  prende-lo e executar o mandado de prisão temporário.”


Imprensa: A Polícia acredita na premeditação deste crime?

D “ – Pelas provas que nós temos houve uma certa premeditação, porque ele já tinha ali a disposição a faca, o fato dele deslocar da cidade para uma área rural. Então nós entendemos que houve, e tem vários item no inquérito que demonstra isto.

Imprensa: Qual é o motivo que ele alega ter praticado este crime?

D “- Ele alega uma traição; e diz estar arrependido, e pede desculpa a família da vitima. Ele colaborou com todas as perguntas, e confessou a pratica do crime, e falou que esta a disposição do poder judiciário.”

Imprensa: Delegado houve denuncias que o irmão de Gedeane estava à procura de Jean isto é verdade?

D “- Houve comentários, mas não o encontramos na cidade de Rondonópolis. Obtivemos denuncias junto com a Delegada Paula Meotti, que também faz parte da investigação, mas não o encontramos.”

Imprensa: O que o levou Jean a confessar o crime?

D “- As provas! As provas foram reunidas de forma robusta, com apoio da Drª Paula e da equipe dela, da equipe aqui da Regional, conseguimos colher depoimentos sobre o histórico daquele dia. Ele deslocou para a cidade de Bom Jardim, lá o carro foi abandonado, trancado, ele acionou o extintor dentro do carro, a fim de tentar esconder as digitais; em Bom Jardim ele teve contato com um Taxista e um Mototaxista e outras pessoas, mas em nenhum momento disse que tinha sido seqüestrado, e sim; que era um caminhoneiro e que seu caminhão estava perto da cidade de Piranhas carregando com calcário. Somente após a abordagem da policia militar que ele começou a relatar à falsa historia de seqüestro, ele confessou que está historia havia sido criada por ele."

Imprensa: Ele agiu sozinho?  

D “- Segundo ele sim. E as provas também demonstram atuação solitária.”

Imprensa: E agora quais serão os procedimentos com o Jean?

D “ - Eu e a Doutora Paula acabamos de redigir os próximos andamentos da investigação,  com pouco mais de dez itens que queremos concluir, A Drª Paula Meotti  vai conduzir agora as questões técnicas, agora é o fechamento do inquérito policial e a Drª vai conduzir com muita eficiência.”

Imprensa: O Advogado do acusado disse que ele estava muito arrependido ele demonstrou isto?

D “- É ele se demonstrou arrependido, até se emocionou aqui no decorrer do interrogatório, a família dele também muito preocupada com a situação dele, mas infelizmente  é enfrentar agora  a situação que ele criou. Queremos aqui agradecer a policia civil de Mato Grosso, que nos recebeu muito bem, agradecer a equipe da regional que se deslocou até lá para trazê-lo, a Drª Paula pelo apoio que sempre tem dado a investigação. Agradecer a eficiência do poder judiciário aqui de Jataí na pessoa do Dr Inácio e o Dr Eduardo do ministério publico que de forma rápida apoiaram a investigação que foi feita e esta sendo feita pela policia civil.”

Imprensa: Mais uma missão cumprida Dr. André?

D “-Exatamente conseguimos concluir este caso saindo do zero, não tínhamos nada, apenas o depoimento com muita falta de lógica, mas em cada detalhe que demonstrava esta falta de lógica, nós conseguíamos uma prova de que o depoimento era falso, e portando as investigações e a policia civil demonstra um final de sucesso no caso. Esta é a resposta da policia civil a sociedade.”

Após o final da entrevista do Delegado Regional André Fernandes, a Delegada Drª Paula Meotti diz que Jean Gleider está preso, e ficará aguardando a decisão do poder judiciário.

Por/Saulo Prado
Imagens/Plantão de Policia JTI

0 comentários:

Postar um comentário

Buscado cada vez mais interatividade com os seus leitores; o “Plantão de Policia JTI” agora disponibiliza duas caixas de comentários, a caixa especifica do site, e também a caixa de comentário do Facebook.

“NÃO MAIS SERÃO ACEITOS OS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS OFENSIVOS A TERCEIROS NO PLANTÃO DE POLICIA JTI “

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Followers